Auditoria nas Demonstrações Contábeis/Financeiras

Objetivos Gerais do Auditor (NBC TA 200)

Ao conduzir a auditoria de demonstrações contábeis / financeiras, os objetivos gerais do auditor são:

 

  • obter segurança razoável de que as demonstrações contábeis como um todo estão livres de distorção relevante, independentemente se causadas por fraude ou erro, possibilitando assim que o auditor expresse sua opinião sobre se as demonstrações contábeis foram elaboradas, em todos os aspectos relevantes, em conformidade com a estrutura de relatório financeiro aplicável; e

 

  • apresentar relatório sobre as demonstrações contábeis / financeiras e comunicar-se como exigido pelas NBCs TA, em conformidade com as constatações do auditor.

 

 

img_auditores1.jpg
img_auditoria_cont_bil.jpg

Natureza das Informações Contábeis

 

A elaboração das demonstrações contábeis / financeiras envolve o julgamento da administração na aplicação das exigências da estrutura de relatório financeiro aplicável aos fatos e circunstâncias da entidade. Além disso, muitas demonstrações contábeis envolvem decisões ou avaliações subjetivas ou um grau de incerteza, e pode haver uma série de interpretações ou julgamentos aceitáveis que podem ser estabelecidos. Consequentemente, alguns itens das demonstrações contábeis / financeiras estão sujeitos a um nível inerente de variabilidade que não pode ser eliminado pela aplicação de procedimentos adicionais de auditoria. Este é o caso de certas estimativas contábeis. Contudo, as normas de auditoria exigem que o auditor considere especificamente se as estimativas contábeis são razoáveis no contexto da estrutura de relatório financeiro aplicável e divulgações relacionadas, e os aspectos qualitativos das práticas contábeis da entidade, inclusive indicadores de possível tendência nos julgamentos da administração (NBC TA 540 – Auditoria de Estimativas Contábeis, Inclusive do Valor Justo, e Divulgações Relacionadas e a NBC TA 700 – Formação da Opinião e Emissão do Relatório do Auditor Independente sobre as Demonstrações Contábeis, item 12).

 

 

 

Opinião do auditor sobre as demonstrações contábeis / financeiras

 

A auditoria assegura credibilidade às informações financeiras de determinada empresa (entidade), com a emissão da opinião se as demonstrações financeiras, preparadas pela administração, representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a sua posição patrimonial e financeira e o seu desempenho e se a informação divulgada é completa. São serviços essenciais para a proteção dos interesses dos cotistas, acionistas, investidores e demais interessados nas demonstrações financeiras, aumentando com isso a confiança e contribuindo para a eficiência do mercado.​​  

 

A opinião do auditor sobre as demonstrações contábeis / financeiras trata de determinar se as demonstrações contábeis são elaboradas, em todos os aspectos relevantes, em conformidade com a estrutura de relatório financeiro aplicável. Tal opinião é comum a todas as auditorias de demonstrações contábeis / financeiras. A opinião do auditor, portanto, não assegura, por exemplo, a viabilidade futura da entidade nem a eficiência ou eficácia com a qual a administração conduziu os negócios da entidade. Em algumas situações, porém, lei e regulamento aplicáveis podem exigir que o auditor forneça opinião sobre outros assuntos específicos, tais como a eficácia do controle interno ou a compatibilidade de um relatório separado da administração junto com as demonstrações contábeis / financeiras. Embora as NBCs TA incluam exigências e orientação em relação a tais assuntos na medida em que sejam relevantes para a formação de uma opinião sobre as demonstrações contábeis / financeiras, seria exigido que o auditor empreendesse trabalho adicional se tivesse responsabilidades adicionais no fornecimento de tais opiniões.